Calundu

Início » Atividades » Projeto Diálogos Comunitários Calunduzeiros

Projeto Diálogos Comunitários Calunduzeiros

Embora muito se tenha produzido no Brasil sobre as religiões afro-brasileiras, existe uma limitação na oferta curricular sobre elas, e mesmo que diferentes universidades e seus departamentos apoiem a ampliação do debate sobre essas religiões dentro da comunidade acadêmica, constatamos que há poucas atividades propostas pelo corpo discente. Foi diante de tal situação que se constituiu o Calundu – Grupo de Estudos sobre Religiões Afro-Brasileiras. O Diálogos Comunitários Calunduzeiros se trata de um projeto de extensão universitária, ligado ao Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília, que institucionaliza o grupo Calundu e suas atividades.

Durante um ano fizemos encontros presenciais com frequência quinzenal para leitura revisionista e crítica de textos acadêmicos que versavam sobre religiões afro-brasileiras. Diante de constatações como a estereotipificação das religiões afro-brasileiras publicadas por pesquisadores, algumas das questões levantadas em grupo se tornaram demandas que não conseguimos suprir sozinhos. Assim, organizamos encontros com alguns especialistas nesta temática que, por sua vez, culminaram em uma atividade de extensão na Semana Universitária de 2016, sobre intolerância e racismo religiosos e a solidariedade entre povos de terreiros. Nessa atividade, contamos com pesquisadoras/es acadêmicos, lideranças religiosas e um público que superou as expectativas e comprovou a importância da abordagem sobre as religiões afro-brasileiras dentro e fora da comunidade acadêmica. Com a experiência de tais passos iniciais, constatamos que há um interesse cada vez maior no combate a vínculos de origem da formação da estrutura estatal sob a colonial modernidade, e que a universidade é um local propício para desenvolver esse debate sendo a afrorreligiosidade um tema que ainda precisa ser melhor dialogado dentro da comunidade acadêmica e também entre a universidade e a sociedade.

A temática afrorreligiosa é aqui entendida como aquela das religiões afro-brasileiras, cujo fenômeno social hodierno se deriva de toda história e experiência dos calundus e da resistência do povo africano/afro-ameríndio escravizado no Brasil. É intrínseca a esta compreensão a interpretação do Grupo Calundu (concorre para tanto bibliografia especializada, e.g. Segato, 1986/2004, Carvalho, 1999, Souza, 2002, Silveira, 2006, Santos, 2009) de que as religiões afro-brasileiras foram formadas neste país, ao longo de séculos, a partir de raízes afro-ameríndias e interações nem sempre diretas ou pacíficas com o colonialismo católico português. Acreditamos que o Projeto Diálogos Comunitários Calunduzeiros é importante, pois se propõe a trabalhar nas lacunas que a grade curricular ainda não consegue preencher. Coaduna e fortalece a política de diversidade adotada pela Universidade de Brasília, promove a interação entre a comunidade acadêmica e a sociedade em prol de um tema ainda tão carente de debates mais especificados e menos estereotipados, e tem o objetivo de se tornar um projeto referência para as discussões afrorreligiosas na UnB.

%d blogueiros gostam disto: